Pages

terça-feira, 27 de julho de 2010

De carne, osso e sistema nervoso.



NÃO sou feita de pelúcia*, não tenho um exoesqueleto,
uma carapaça ou pele áspera,
muito menos sou feita de aço galvanizado.
Meu coração não* é de pano, meus olhos não são de vidro,
e minha mente não permite ser formatada.
Pelo contrário.
Tenho aqui uma pele que arrepia a um leve toque,
e que sangra a um leve corte. Um músculo* que
'só pulsa, bate, chora, mas não pensa ♫ '
responsável por pelo menos metade dos meus problemas.
Tenho aqui uma retina atenta que ainda se admira
com o que vê, por mais repetida* que seja a cena.
E por incrível que pareça, uma mente sã.
Eu não sou de brinquedo*, não sou bicho,
não sou de pano, cibernética, de mentira,
imaginária*, de vidro, e muito menos de FERRO.
Por isso não estranhe se eu chorar ao invés de
sorrir como sempre. Por mais maleável que
seja meu temperamento, ele fraqueja de vez
em quando e desaba*.
Não vejo mal nisso, todos podem ter problemas,
menos eu, como assim ?
Tenho medos* febris, choro sob pressão,
não consigo e nem posso sorrir o tempo todo,
da pra acreditar ?
Essa que vos fala também SENTE, caro leitor, também sente.





-
mdutra.

3 comentários:

tainna_almeida disse...

Já passou pelo meu orkut! eu sabia que ia fazer sucesso!!! Ow Bisha escrotaaa!!!!! ;)

Sâmya disse...

"De carne, osso e sistema nervoso." Minha amiga poeetaaa... Ameii...

Senta um pouco que eu te conto disse...

É ne ? O velho Ctrl+c Ctrl+v ! Hehe. / Sâmia, nao é bem assim ;}